5 dicas para empreender no mercado dos drones

Tempo de leitura: 6 minutos

O mercado dos drones é sem dúvida uma ótima oportunidade para empreender. Segundo a Associação Internacional de Sistemas Não Tripulados este mercado representará uma fatia de 82 bilhões de dólares em 2015 nos EUA, criando 34 mil empregos na indústria (fabricação dos drones) e 70 mil novos postos de trabalhos que irão fazer uso desta tecnologia.

Uma fatia deste mercado é representada pelo mercado de Mapeamento Aéreo (Engenharia). Neste mercado as oportunidades são inúmeras já que em diversos ramos da engenharia é necessário obter informações precisas do terreno para implantar projetos. Dentre os segmentos promissores encontram-se: construção civil, infraestrutura, meio ambiente, mineração, óleo e gás, e o gigantes mercado da Agricultura.

Segunda a mesma pesquisa da AUVSI, o mercado da Agricultura representará 80% das vendas anuais de drones nos EUA, portanto é disparado o maior mercado potencial. Tente imaginar o potencial que teremos aqui no Brasil!  Devido a estas inúmeras oportunidades e possibilidades este novo mercado em desenvolvimento torna-se um terreno forte para os empreendedores.

Empreender um negócio envolve inúmeros riscos, portanto, inicialmente é importante mitigar estes riscos, transformando-os em riscos calculados. Aqui na DronEng nós temos contato constantemente com pessoas que desejam entrar neste mercado mas que ainda possuem inúmeras dúvidas.

Nesta matéria darei 5 dicas preciosas para você que pretende entrar neste mercado, mas não sabe por onde começar.

  1. Estude o mercado que você quer atuar

Parece clichê, mas aqui na DronEng constantemente nós recebemos contatos através dos nossos canais de comunicação de pessoas que pretendem entrar no mercado de agricultura porque leu matérias e pesquisas dizendo que este é o maior mercado potencial. Concordo que esta é uma informação valiosa e que brilha os olhos, porém, você conhece este mercado? Conhece as necessidades dos clientes? Os principais problemas que eles enfrentam? E ainda mais, sabe como irá resolver estes problemas através dos drones?

Estas são algumas perguntas principais que você tem que responder antes de se aventurar em um mercado potencial, o conselho que eu dou é que você comece pelo mercado que você conhece melhor, de preferência que você já tenha uma vivência, com isso vai ser mais fácil de você identificar uma oportunidade. Após iniciar neste segmento que já é familiar para você e adquirir know-how com a tecnologia fica mais fácil migrar para outro segmento potencial.

Lembre-se: “empreender é resolver um problema relevante de um cliente de um determinado segmento. ”

  1. Entenda quais os produtos gerados pelos drones

Por se tratar de um ramo da engenharia é necessário obter conhecimentos técnicos para atuar no mercado, não necessariamente você que vai empreender necessita adquirir tais conhecimentos, mas é de extrema importância que você tenha um sócio técnico ou contrate pessoas com esse perfil. Aqui a dica é conhecer os produtos básicos do mapeamento aéreo que são chamados de base cartográfica, são eles: Mosaico de Orfotos, Modelo Digital da Superfície (MDS) e Modelo Digital do Terreno (MDT).

Clicando nos respectivos produtos você encontra matérias que escrevemos aqui no blog que irão lhe dar um pontapé inicial, mas se você deseja estudar por meio de uma metodologia, sanar suas dúvidas com engenheiros especialistas e fazer networking com pessoas do mercado, recomendo você realizar nossos cursos online de capacitação. Para conhecer mais os nossos cursos acesse a plataforma EAD através do link: http://cursos.droneng.com.br.

  1. Resolva um problema relevante do cliente

Como já citado anteriormente, empreender é um resolver um problema relevante do cliente no qual ele esteja disposto a pagar por esta solução. Após estudar os produtos gerados pelo mapeamento aéreo e ter entendido quais as informações que eles fornecem, procure conversar com o seu cliente e entender suas dores, em seguida, desenhe uma solução através da base cartográfica e apresente ao seu cliente. Aqui no blog nós já escrevemos diversas matérias técnicas sobre o uso dos drones em alguns segmentos:

Vale ressaltar que solucionar o problema do cliente é proporcionar dois resultados principais: aumentar os lucros ou diminuir os custos. Se você não conseguir chegar nestes dois objetivos dificilmente irá conseguir entrar no mercado.

É natural querer abraçar o mundo quando está idealizando empreender. A fase inicial é a fase dos sonhos e das possibilidades, porém, um conselho que dou é que ao decidir entrar no mercado foque em apenas uma solução, no decorrer do seu negócio naturalmente vão surgir novas oportunidades, assim fica mais fácil direcionar sua energia e obter sucesso.

  1. Prove que você é capaz de solucionar o problema do cliente

Por ser uma tecnologia nova é comum os clientes terem algumas objeções sobre o uso da tecnologia, além disso, por ser um grande mercado em expansão, diversos aventureiros se lançam no mercado sem ter capacidade para tal, não raro, você encontrará clientes que não acreditam na eficiência da tecnologia devido a uma experiência negativa no passado.

A porta de entrada é você executar um projeto piloto em uma área menor com a possibilidade de fechar um contrato maior. Neste ponto vai uma dica óbvia: comprometa-se apenas com o que você é capaz de entregar. Antes de partir para um projeto piloto realize alguns projetos testes por conta própria para ganhar experiência e segurança.

Uma outra dica é você oferecer o projeto piloto sem custo, assim será mais fácil o cliente aceitar já que não terá um custo inicial, após validar a sua proposta é hora de avançar para um projeto maior.

  1. Comece pequeno e cresça com a demanda

Devido ao drone ser uma tecnologia automatizada, ele permite que seja necessário apenas um operador em campo para coletar as imagens e este mesmo operador pode ser o responsável pelo processamento dos dados. Uma dica é que essa pessoa “faz tudo” seja você, assim você terá conhecimento detalhado de todas etapas do processo tornando-se mais fácil a tarefa de contratar e treinar uma equipe para dar escala no negócio.

Portanto, para iniciar você irá precisar de um drone, um computador para processar as imagens e um software de processamento de imagens, você pode investir em um notebook com boa configuração principalmente com placa GPU, assim você poderá utilizá-lo em campo para coletar imagens e posteriormente para processar as imagens. Assim que se negócio começar a crescer justifica-se a compra de um computador desktop de melhor configuração.

Segue algumas matérias que já escrevemos por aqui que poderão lhe auxiliar na escolha dos equipamentos:

Essas são algumas dicas básicas, mas que fazem muita diferença! Olhando minha trajetória concluo que se eu tivesse essas dicas inicialmente, teria encurtado o caminho percorrido.

 Você tem alguma dúvida pontual? Achou que faltou alguma informação na matéria? Deixe nos comentários abaixo que iremos considera-las nas próximas matérias.

Até o próximo post!

CALL_CURSOS_ONLINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *