DronEng Drones e Engenharia

Drones: Monitoramento feito das alturas

Drones: Monitoramento feito das alturas

O uso dos VANTs para gestão e levantamento de propriedades agrícolas avança cada vez mais, conheça a opinião de grandes empresas do setor de cana-de-açúcar como a Raízen e Canaoeste (Associação dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo) sobre suas experiências na utilização desta tecnologia.

VANT como uma ferramenta para Topógrafos

VANT como uma ferramenta para Topógrafos

Desde 2011, o uso de sistemas aéreos não tripulados (Vant) como dispositivos de levantamentos complementares cresceu rapidamente. Com resoluções tão altas quanto 1 centímetro, a imagem resultante permite a produção altamente automatizada de dados detalhados, ortofotos e paisagens virtuais 3D.

Mapeamento Térmico com VANT

Mapeamento Térmico com VANT

No outono de 2014, a empresa Checa UpVision, em colaboração com a Direção das Estradas e Rodovias da República Checa (RMD), realizou um mapeamento térmico de controle de danos com VANT, em seções das pontes Koberný e Ekanice incluindo uma seção de 10 km da rodovia

O que é VANT? O que ele faz?

O que é VANT? O que ele faz?

No passado, uma aeronave foi chamada apenas de uma “aeronave”, sem as denominações ‘tripulado’ ou ‘não tripulado’ onde a versão “tripulada” era a única opção. Claro, os não tripulados estão indo tão longe quanto a aeronave projetada para viagens ou transporte, mas eles foram previamente pilotado pelos militares – os senhores da guerra chamados de ‘drones’.

Mapeamento aéreo com drones auxilia em decisões de manejo

Mapeamento aéreo com drones auxilia em decisões de manejo

Apesar do estranhamento que este cenário pode causar, ele começa a se tornar realidade graças aos veículos aéreos não tripulados (vant) – ou drones, como são popularmente conhecidos. A tecnologia, desenvolvida nos Estados Unidos para fins militares, adequou-se a diversas funcionalidades e tem se consolidado como aliada do agronegócio em todo o mundo. Dentre suas aplicações, no ambiente rural ela tem revolucionado as rotinas do campo ao viabilizar o monitoramento aéreo de práticas agropecuárias, da utilização do solo e dos recursos naturais.

Novos horizontes para a agropecuária com drones

Novos horizontes para a agropecuária com drones

Antigamente se dizia que o progresso vinha a galope. Não mais. Hoje, as novas tecnologias chegam a nós pelo ar, se não via avião, pelo menos em ritmo supersónico. E, na agricultura brasileira, o desenvolvimento parece querer alcançar cada vez mais novos e amplos horizontes, nesse sentido. As ferramentas da terra ganharam asas e, agora, é cada vez mais comum o uso de satélites, aeronaves e – mais recentemente – o de Veículos Aéreos Não Tripulados (Vants), também conhecidos como drones.

Drone vai ajudar municípios fluminenses a monitorar uso da água na agricultura

Drone vai ajudar municípios fluminenses a monitorar uso da água na agricultura

A fase de testes do Programa Rio Rural foi iniciada para preparar o monitoramento ambiental em áreas rurais fluminenses, por meio de drones, veículo aéreo não tripulado e controlado remotamente.

A fase de testes do Programa Rio Rural foi iniciada para preparar o monitoramento ambiental em áreas rurais fluminenses, por meio de drones, veículo aéreo não tripulado e controlado remotamente. A iniciativa é da Secretaria Estadual de Agricultura, em parceria com o governo do estado, e o objetivo inicial do projeto é fazer o mapeamento do ecossistema das áreas ciliares, próximas às margens dos rios, para planejar ações sustentáveis do uso da água na agricultura.

Chile instaura norma pioneira na América Latina para drones

Chile instaura norma pioneira na América Latina para drones

O Chile instaurou nesta sexta-feira uma norma pioneira na América Latina para regular o voo de aeronaves pilotadas à distância ou drones, tanto em seu uso público quanto privado, de grande popularidade hoje no país.

“Os drones são aeronaves que estavam fora de qualquer norma. Com esta regulamentação, pioneira ao menos na América Latina, seu uso será regulado”, disse à AFP Maximiliano Larraechea, responsável pela Direção Geral da Aeronáutica Civil (DGAC), após apresentar o novo regulamento.