Pontos de apoio: saiba o que é e como usar!

Tempo de leitura: 5 minutos

Os pontos de apoio são fundamentais para fazer relação entre o sistema de coordenadas de imagens com o sistema de coordenadas do terreno.

Nesse post você irá saber o que são os pontos de apoio, qual é a sua importância e de que forma eles podem ser usados no seu projeto.

Está esperando o que? Continue lendo e aprenda a usar os pontos de apoio no seu projeto!

O que são pontos de apoio?

Antes de mais nada, é preciso esclarecer uma confusão que muitas pessoas têm em relação ao ponto de apoio por achar que o ponto de apoio é o alvo ou o detalhe físico em campo coletado por um receptor que precisa ser RTK.

Pontos de apoio são foto-identificáveis, ou seja, são objetos, alvos, detalhes no terreno e que irão aparecer nas imagens aéreas, são utilizados para fazer a relação entre o sistema de coordenadas da imagem com o sistema de coordenadas do terrenoe são importantes pois levam acurácia posicional para o projeto. Além disso, não necessariamente as coordenadas precisam ser coletadas utilizando um receptor RTK, essa é apenas uma das opções. 

Os receptores geodésicos podem ter diversas configurações, como por exemplo, coletar dados das constelações GPS, Glonass e outras, ser de simples ou dupla frequência (L1 e L2 no caso do GPS). E os receptores geodésicos com RTK podem ter essas configurações além das antenas de rádio para a comunicação em tempo real.

A acurácia obtida com esses receptores varia de acordo com o método de posicionamento, utilizando o método relativo e usando como referência uma base da RBMC (Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo) é possível alcançar uma acurácia milimétrica dos pontos coletados, independente de ser com ou sem RTK. A diferença é que com o sistema RTK o tempo de coleta de cada ponto é muito menor.

Pontos de Apoio com Drones

Quando utilizar pontos de apoio em projetos de mapeamento aéreo com drones?

Os projetos que precisam de pontos de apoio são aqueles que necessitam de acurácia posicional e aqueles que serão materializados em campo, ou seja, projetos que precisam de localização e coordenadas.

Já os projetos pontuais, que possuem a finalidade de medir área, perímetro, volume ou ângulos não necessitam de pontos de apoio, assim como aqueles com a finalidade de uso informativo.

Veja também: Case – Cálculo de Volume!

Planejamento dos Pontos de Apoio

Pontos de Controle: Basicamente são pontos de referência no solo que são utilizados no pós-processamento das imagens para aumentar a precisão dos produtos finais gerados.

Quando se faz um levantamento sem pontos de controle a precisão do projeto estará atrelada a precisão do receptor de navegação embarcada do drone, esse GPS tem um erro métrico que pode variar de 5 até 10 metros, em projetos de Engenharia isso não é bom, pois o ideal é chegar a precisões centimétricas ou até milimétricas.  

Pontos de verificação: São os indicadores de qualidade do projeto, sua função é controlar a qualidade da aerotriangulação mediante o cálculo da discrepância entre a coordenada estimada (calculada através da aerotriangulação) e a coordenada conhecida (determinada pelo levantamento de campo).

Há muita confusão sobre quando utilizar esses pontos, e por serem indicadores de qualidade, é aconselhável sempre ter sua presença em projetos que necessitem de algum método de apoio de campo para avaliar o quanto os pontos de controle melhoraram a precisão posicional.

Veja também: 5 critérios importantes na distribuição dos Pontos de Apoio! 

Como utilizar os pontos de apoio no software Agisoft Metashape?

Antes de tudo é preciso ter as coordenadas rastreadas em campo em um  arquivo de formato de texto (.txt), após isso é importado este arquivo para o Metashape e estas coordenadas são representadas  por marcadores ou popularmente conhecidos como bandeirolas .

pontos de apoio com drones

Só que quando são importados esses pontos caem  totalmente longe comparado com as coordenadas obtidas com o receptor de navegação embarcado no drone, ou seja, o alvo estará longe do marcador por causa da imprecisão.

Como realizar a importação dos dados de entrada no Agisoft Metashape?

Então o processo de pontaria é necessário para mostrar ao software a real posição das imagens em relação às coordenadas de campo, e isso é feito realocando o marcador ao detalhe (alvo) da imagem onde a coordenadas deste ponto foi rastreada.  

Passo a passo para alinhamento de marcadores:

  • Ir no ponto, clicar com botão direito e filtrar imagens por marcador;pontos de apoio com drones
  • Nas imagens identificar o Marcador e colocá-lo no centro do alvo que corresponde à suas coordenadas;
  • Fazer a pontaria em todas as imagens, todas as bandeirinhas precisam ficar verdes;
  • Realizar o processo de alinhar fotos novamente;
  • E então basta seguir normalmente com o processamento, e geração dos produtos.

Ficou em dúvida em algum ponto? Quer saber mais sobre os pontos de apoio? Conheça o nosso curso Pontos de Apoio na prática e acabe de vez com as suas dúvidas!

Para saber mais sobre isso é só clicar na imagem abaixo, preencher seus dados e conversar com a nossa equipe.

Estamos aqui para te ajudar! Venha para o time Droneng!

8 Comentários


        1. Olá João,
          Na etapa de inserção dos pontos de apoio durante o processamento, as coordenadas devem estar em um sistema de coordenadas geodésicas. Portanto, caso utilize a estação total, você precisará transformar as coordenadas.

          Forte abraço!
          Att.,
          Equipe técnica.

          Responder

  1. Não entendi esta parte:

    “Antes de mais nada, é preciso esclarecer uma confusão que muitas pessoas em relação ao ponto de apoio por achar que o ponto de apoio é o alvo ou o detalhe físico em campo coletado por um receptor que precisa ser RTK.”

    Pois me pareceu que o ponto de apoio é justamente isto, ou seja, uma foto identifcável com um ponto (alvo ou algo identificável) com a medição da coordenada deste ponto.

    Poderia esclarecer por gentileza?

    Responder

    1. Olá, Marcelo.

      É um ponto foto-identificável, ou seja, que podemos enxergar nas imagens. Pode ser através de um alvo natural ou artificial e coletado por um receptor GNSS. Entretanto, não necessariamente RTK.

      Att.,
      Lucas Barreto – Suporte Técnico.

      Responder

  2. É possível melhorar as coordenadas geográficas adquiridas pelo GPS do drone utilizando uma coordenada conhecida?

    Responder

    1. Olá David, tudo bem?
      Por meio da metodologia PPK ou RTK é possível realizar essa correção utilizando uma coordenada conhecida de uma base estacionada em campo ou com uma RBMC do IBGE. Utilizando pontos de apoio você melhora a acurácia posicional do seu projeto, mas nesse caso você precisa realizar o levantamento de pontos de apoio.
      Abraços, Suporte Técnico.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *