DronEng Drones e Engenharia

Chile instaura norma pioneira na América Latina para drones

Chile instaura norma pioneira na América Latina para drones

O Chile instaurou nesta sexta-feira uma norma pioneira na América Latina para regular o voo de aeronaves pilotadas à distância ou drones, tanto em seu uso público quanto privado, de grande popularidade hoje no país.

“Os drones são aeronaves que estavam fora de qualquer norma. Com esta regulamentação, pioneira ao menos na América Latina, seu uso será regulado”, disse à AFP Maximiliano Larraechea, responsável pela Direção Geral da Aeronáutica Civil (DGAC), após apresentar o novo regulamento.

5 usos surpreendentes para os drones no futuro

5 usos surpreendentes para os drones no futuro

Essas máquinas voadoras robóticas estão agora a ser utilizadas para fins que vão muito além do reino secreto dos militares.

Fotógrafos têm sonhos grandiosos de usar drones para capturar impressionantes vistas aéreas, e o fundador da Amazon, Jeff Bezos, introduziu a ideia de usar drones para entregar mercadorias a compradores online.

Mapeamento Aéreo com Drones: saiba tudo sobre esta nova tecnologia

Mapeamento Aéreo com Drones: saiba tudo sobre esta nova tecnologia

Sabemos que a Fotogrametria não é popular e que muitos desconhecem o seus produtos e aplicações, por isso, nos atentamos a linguagem do curso optando por uma linguagem simples e objetiva para facilitar o entendimento dos nossos alunos, o objetivo deste curso é que você conheça essa ciência como um todo e os filtros necessários para se aprofundar através do nosso grupo de discussão no facebook.

Experiência em Fotogrametria com VANT

Experiência em Fotogrametria com VANT

No final do dia, o cliente final a pagar não está realmente interessado em saber se os dados foram produzidos usando um Drone ou métodos mais tradicionais, a qualidade dos dados é tudo que importa. Este artigo centra-se em temas de produtividade do mapeamento com Drone, lançando luz sobre os desafios práticos da operação e processamento de dados.

Drones e Agricultura: Um voo inteligente

Drones e Agricultura: Um voo inteligente

É válido dizer que Drones ou os VANTs são uma evolução para o setor agrícola. Afinal ter a capacidade de identificar problemas em plantações, esses que não podem ser enxergados a olho nu, como doenças nas plantas e no solo, estresse hídrico, falhas no plantio, quantidade de clorofila e índices de fotossíntese em um único sobrevoo, não é par qualquer aparelho. “É uma ferramenta essencial do desenvolvimento do agronegócio no Brasil, um caminho a ser desvendado para o futuro da tecnologia no campo”, exclama o professor Rubens Coelho.

África e Drones como o futuro da produção de alimentos

África e Drones como o futuro da produção de alimentos

“Podemos usar um drone para voar pela plantação escaneando o terreno para entendermos a diferença no solo e otimizando a aplicação de fertilizantes. Todas as outras indústrias estão se modernizando, tornando-se mais tecnológicas. A agricultura necessita de automatização dos processos. Mas isso não significa o fim do fazendeiro, apenas um novo tipo de fazendeiro”, explicou Hunt.

Drones transformam a paisagem no campo

Drones transformam a paisagem no campo

Amplamente explorados em países como Estados Unidos, Espanha e Chile, os drones, ou veículos aéreos não tripulados (Vants), vêm despertando cada vez mais a atenção dos agricultores brasileiros. Munidos de câmeras potentes, eles usam técnicas de geoprocessamento para identificar, com mais precisão, problemas que possam causar prejuízos às propriedades, como pragas e falhas de plantio.

Agricultores usam drones para monitorar plantações

Agricultores usam drones para monitorar plantações

“Hoje em dia tudo é feito a pé no meio da plantação. Se a gente pegar uma pessoa muito experiente para fazer uma busca em áreas infectadas, em 20 minutos, eles conseguem averiguar 500 árvores por amostragem. Em 20 minutos com o vant, a gente é capaz de margear 56 hectares”, explica Kalinka Branco. “E a precisão é enorme, porque em 15 minutos você sabe pelo aplicativo o total de plantas sadias e não sadias em uma área”.