Engenharia

Aprenda a gerar a curva de nível perfeita

Aprenda a gerar a curva de nível perfeita

4 minutos Aprenda a gerar curva de nível perfeita! Por: Maurício Campiteli O uso da fotogrametria para gerar dados topográficos vem crescendo em um ritmo acelerado devido a chegada dos drones no mercado e o avanço da visão computacional que deixaram esta ciência mais acessível e popular devido aos baixos custos operacionais em comparação a utilização de aeronaves tripuladas e  maior produtividade em comparação a topografia em solo. Um dos produtos mais requisitados na área da topografia são as curvas de nível usadas nas Continue lendo

Entenda o Processamento de Imagens em aéreas urbanas

Entenda o Processamento de Imagens em aéreas urbanas

2 minutos Um dos principais clientes do mapeamento aéreo tripulado são as grandes cidades que utilizam a fotogrametria para realizar o levantamento cadastral em seu município, a fim de verificar construções ou obras que não foram declaradas, é uma maneira muito eficiente de aumentar a receita do município sem a necessidade de aumentar a alíquota e convenhamos que também seja uma forma mais justa, afinal deve-se cobrar de quem realizou tais benfeitorias. Portanto, o processamento de imagens aéreas de áreas urbanas já é uma Continue lendo

Planejamento de voo: tudo o que você precisa saber

Planejamento de voo: tudo o que você precisa saber

Muitos leitores nos procuram com dúvidas sobre como realizar um planejamento de voo para realizar o mapeamento aéreo com drones. Geralmente, cada fabricante fornece seu software para realizar o planejamento do voo que funciona praticamente de forma automática, porém, como determinar os valores que devemos inserir no software, como altura de voo, distância focal, tamanho da imagem, tamanho do pixel, GSD?

Drones no Brasil: Análise do mercado e expectativas futuras

Drones no Brasil: Análise do mercado e expectativas futuras

Uma das maneiras de estudar a propagação de uma tecnologia é através da Lei da Difusão da Inovação, criada em 1962 por Everett Rogers, sociólogo, professor e escritor. Fazendo um paralelo com o mercado dos Drones no Brasil, este período pode ser marcado pelo ano de 2015, onde empresas líderes dos principais segmentos confirmaram suas apostas no uso dessa tecnologia, principalmente no setor da agricultura, que ocupa 80% do impacto total.

Planejamento ferroviário com Drones

Planejamento ferroviário com Drones

Levantamentos de grandes corredores, como estradas e ferrovias, costumava ser de domínio da fotogrametria, por via aérea ou sensoriamento remoto com aeronaves convencionais. Na Turquia, demonstrou-se como um corredor de 140 km poderia ser eficientemente pesquisado usando um VANT de asa fixa. As operações simplificadas e um grande número de pontos de controle foram essenciais para alcançar resultados adequados para fins de planejamento ferroviário.

Drones na mineração, uma combinação de sucesso

Drones na mineração, uma combinação de sucesso

Um número crescente de empresas de mineração estão empregando veículos aéreos não tripulados (VANTs), também conhecidos como sistemas aéreos não tripulados (UAS), sistemas de ar remotamente pilotadas (RPASs) ou simplesmente ‘drones’. Equipados com câmeras digitais, as pequenas aeronaves de controle remoto geram imagens aéreas de alta resolução que podem ser processadas para produção de ortofotos de alta precisão, nuvens de pontos e modelos em 3D.

Mapeamento das linhas de plantio com drones

Mapeamento das linhas de plantio com drones

No mercado de cana-de-açúcar, onde o corte de custo é essencial para lucratividade do setor, o mapeamento das linhas do plantio através de drones busca inovar em um processo anteriormente executado de modo manual e cumpre bem este papel, praticando uma das principais funções da tecnologia é automatizar processos aumentando a eficácia e eficiência.