Como realizar a importação dos dados de entrada no Agisoft Metashape?

Tempo de leitura: 5 minutos

Seguindo a nossa série sobre o Agisoft, nesse post você irá aprender sobre a importação de dados de entrada: que maneira pode ser realizado, o que são imagens, log de voo, pontos de apoio e muito mais.

Continue lendo e aprenda o passo a passo!

O que são dados de entrada no Agisoft?

Antes de mais nada, é preciso saber o que são esses dados importados pelo Agisoft Metashape. Os dados de entrada são basicamente as informações adquiridas na etapa de execução em campo de um projeto de mapeamento aéreo, registrados através de sensores embarcados em uma plataforma aérea,no caso um drone e equipamentos instalados no solo, como receptores gnss, estações totais, níveis e etc…

Quais são estes dados e como são obtidos em campo?

1. Imagens

As imagens são obtidas através de sensores imageadores (câmeras) embarcados nos drones (RPA). Eles são a principal fonte de informações referentes ao terreno em projetos de  mapeamento aerofotogramétrico, no qual as câmeras podem ser do tipo RGB (coloridas) ou multiespectrais.

O disparo da câmera é realizado de acordo com os parâmetros definidos no planejamento de voo em aplicativos de voo automatizado, como por exemplo, sobreposição entre as imagens, grau de detalhamento (GSD) e sensibilidade do sensor em relação a intensidade de luz.

Photoscan

2. Log de voo

O log de voo é o nome dado a um conjunto de coordenadas registradas pelo gps embarcado no drone referente à posição do próprio drone no momento que a imagem foi registrada pela câmera embarcada. Isso quer dizer que o gps gravou a coordenadas de cada imagem quando ela foi tomada.

Essas informações são importantes para referenciar as imagens espacialmente dentro do software de processamento e assim reproduzir a posição geográfica delas como foram tomadas em campo.  

Photoscan

3. Pontos de apoio

São pontos fotoidentificáveis (visíveis) nas imagens com coordenadas conhecidas, ou seja, são objetos, alvos, detalhes no terreno e que irão aparecer nas imagens aéreas.

São utilizados para fazer a relação entre o sistema de coordenadas da imagem com o sistema de coordenadas do terreno.

A função deles no processamento é melhorar a qualidade posicional dos produtos cartográficos gerados e também usados como meio de controle de qualidade.

Para gerar as informações necessárias, é preciso rastrear as coordenadas do centro dos alvos ou detalhes que estarão visíveis nas imagens em campo através de equipamentos e técnicas geodésicas ou topográficas.

Photoscan

Quais informações referentes as câmeras devem ser informadas ao software?

Para realizar o processamento é preciso de algumas informações da câmera (sensor), são informações físicas da câmera e da imagem, sem elas os software não consegue gerar produtos com qualidade, fora de escala e com imprecisões posicionais.

As informações principais são a distância focal da lente da câmera e o tamanho do pixel (menor unidade de uma imagem) que é identificado pelo software através do tamanho quadro do sensor da câmera e o tamanho da imagem.  

Photoscan

Como os dados são importados?

1. Imagens

A imagem é importada através de uma ferramenta na aba “fluxo de trabalho” onde se pode adicionar fotos e pastas, sendo recomendado selecionar as fotos, pois podem ser eliminadas aquelas imagens que não ficaram tão boas.

photoscan

2. Log de voo

As informações de arquivo txt com as coordenadas referentes a imagem, onde se tem o nome da imagem e também a longitude e latitude e altitude,são importadas pela “importar “ferramenta dentro da área Reference , que permite configurar o modo de importação de acordo com a formatação do arquivo txt.

Photoscan

3. Pontos de apoio

Do mesmo modo que o log de voo, os pontos de apoio são importados através da ferramenta “Importar” da aba Reference do software.

Photoscan

No caso dos drones da linha Phantom é mais fácil de trabalhar, principalmente quanto a importação das informações da camera e log de voo, pois são carregadas automaticamente quando as imagens são importadas, já que todas essas informações de atributos da imagem estão no EXIF de cada imagem importada, onde são salvas todas informações importantes sobre as imagens como, registrados qual é a câmera, características, quando a imagem foi tirada e etc. Quem trabalha com esse tipo de equipamento não precisa de preocupar com isso.

Como se consegue identificar isso fora do Agisoft Metashape?

Clicando com o botão direto em todas as imagens e selecionando a janela propriedade e posteriormente clicando em detalhes é possível encontrar essas informações.

photoscan

Eng. Cartógrafo Maurício Campiteli

Palestra ao Vivo: Vetorização

Já está sabendo da nossa palestra ao vivo sobre a Vetorização no AutoCAD Civil 3D?

Ainda não? Não perca tempo e saiba mais…

As plantas topográficas geralmente são o produto final que devemos entregar para o nosso cliente, onde é possível realizar o processo de vetorização das feições mapeadas.

Sua confecção dentro de um projeto de mapeamento aéreo é de suma importância para que se tenha uma apresentação agradável dos produtos cartográficos gerados.

Se inscreva na palestra e tenha acesso a todo esse conteúdo. Ela acontecerá no dia 18 de julho, às 19 horas.

Não perca!! Venha para o time Droneng!

6 Comentários


  1. Boa tarde, como conseguir as informações do log de voo, aquivo txt, conforme esse tutorial, no app dgigo4?. Obrigado.

    Responder

  2. AMIGO. COMO POSSO OBTER AS COORDENADAS EM UTM XYZ DO AGISOFT. POIS SÓ CONSIGO VER EM LAT LONG.

    Responder

  3. Olá, quando eu criei o MDE pelo Agisoft Photoscan, notei que as declividades estavam negativas, porém a altimetria das fotos estavam positivas, e para piorar as curvas de nível não foram criadas.

    Vocês podem me ajudar ?

    Responder

    1. Olá Fernando, tudo bem?
      Você está fazendo o levantamento próximo ao litoral? Nesses casos, devido à baixa precisão do GPS embarcado no drone, podem ser gerados modelos com cota negativa.
      Consequentemente as curvas de nível não serão geradas.

      Abraços!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *