Com preço menor, 3 milhões de drones devem ser vendidos em 2017, diz consultoria

Tempo de leitura: 2 minutos

A venda de drones deve crescer 39% em 2017 e chegar a 3 milhões de unidades em todo o mundo, indicou a consultoria Gartner, especializada em tecnologia. O salto ocorrerá devido a uma queda do preço, sobretudo entre os veículos aéreos não tripulados usados por empresas, o que faz analistas arriscarem a dizer que esse pode ser o ano em que os drones se tornarão realmente populares.

Se em 2016 os drones custavam em média US$ 2.093, em 2017 os valores de venda devem cair para US$ 2.022, estima a Gartner, segundo previsão divulgada nesta sexta-feira (10).

Enquanto o custo das aeronaves para uso pessoal deve cair pouco e ficar em US$ 835, aquelas mais caras, usadas no ambiente corporativo, ficarão 16,5% mais baratas. Ainda assim, serão vendidas a US$ 21.178.

“O mercado de drones corporativos começa a se expandir com regulamentações estáveis, pressão adicional no mercado baseada no número crescente de fabricantes, pressão do mercado premium para uso pessoal e esforços rumo à produção em massa”, explica Gerald Van Hoy, analista de pesquisas do Gartner, ao G1.

A estimativa é que os drones de uso pessoal continuem mais populares. A estimativa é que a venda desses modelos seja de 2,8 milhões. Já a previsão de comercialização de aeronaves para uso comercial é de 174 mil unidades.

Apesar de representar 5,8% do total das vendas, os drones corporativos, por serem mais caros, somam 61% da receita com a comercialização de todas as aeronaves autônomas, estimada em US$ 6 bilhões neste ano, segundo a Gartner.

A consultoria não faz previsões para países específicos. Mas o surgimento de regulamentações mais estáveis pode ser observada no Brasil desde o fim de 2015. Em dezembro daquele ano, a Aeronáutica liberou um manual de conduta para voos de drones no Brasil (veja abaixo essas regras). A Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) aguarda um ajuste na regulamentação para operar aeronave antes de implantar um sistema de registro de pilotos de drones ainda este ano.

Fonte: Departamento de Controle do Espaço Aéreo/Comando da Aeronáutica (Foto: )
Fonte: Departamento de Controle do Espaço Aéreo/Comando da Aeronáutica (Foto: )

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *