Como alterar o planejamento de voo depois de finalizado?

Tempo de leitura: 3 minutos

Saber como alterar o planejamento de voo depois de finalizado pode poupar tempo caso você encontre condições diferentes das planejadas ao chegar no campo.

A etapa mais importante para a execução de um bom voo é sem dúvida o seu planejamento. Mas e se o planejamento de voo foi feito em escritório e quando o operador chegou em campo a direção do vento estava diferente, por exemplo? O que pode ser feito?

O planejamento de voo é feito com base na área de interesse e no objetivo do projeto.  Nesse caso vamos considerar um projeto convencional de mapeamento aéreo com VANT em uma área rural, mas pode-se aplicar em outros tipos de projeto.

O planejamento de voo no Mission Planner inicia-se delimitando a área de interesse. Isso é feito criando-se o polígono, e após cria-lo uma dica é salvá-lo, para o caso de algo dê errado você não terá que criá-lo novamente. Apesar de que criar um polígono é uma etapa muito simples, mas em alguns casos pode agilizar o processo.

Figura 1 – Polígono de voo

A extensão do arquivo é .poly e basta salvar com o nome que desejar, se forem vários voos é pode-se numerá-los para facilitar a organização ou simplesmente nomeá-los diferentes.

Figura 2 – Extensão polígono

Em seguida gera-se as faixas de voo, de acordo com os parâmetros da câmera e do Vant, define-se a altura de voo / GSD, sobreposições, Overshoot e Lead In (notícia), waypoint de início do voo, etc.

Figura 3 – Plano de voo

Antes de clicar em ACCEPT, que finalizará a tela de edição do voo é necessário salvar essa edição, isso é feito utilizando o atalho Control + S, e salvar com o nome que deseja, a diferença está na extensão do arquivo será .grid.

Ao salvar o “grid” salva-se todas as configurações desta etapa do Mission Planner, o que não salva são as linhas de comando por ser da próxima etapa, que não é nada demorado.

Para abrir a tela de edição novamente basta criar um polígono qualquer com quatro pontos, em seguida cria-se as faixas de voo (Auto WP -> Survay Grid) e abrirá a tela de edição de voos novamente, utilize o atalho Control + O e abra o arquivo com extensão .grid salvo.

A princípio parece que não funciona mas basta fazer uma pequena alteração da direção do voo que irá ativar o grid salvo. Em seguida basta alterar as informações que deseja, que neste caso é a direção do voo, em seguida clique em ACCEPT, edite os waypoints (altera ângulo e altura do TAKEOFF), insira o LOITER_TO_ALT (se necessário), salve o plano de voo e/ou envia para o VANT, faça a checklist pré-voo e faça o lançamento.

Pronto! Você não precisou refazer o plano de voo todo novamente.

Portanto se ao chegar no campo o operador certificar-se de que a direção do vento mudou, então pode-se fazer a alteração no Mission Planner utilizando os passos citados acima.

A princípio pode parecer complicado, mas na prática é uma sequência de passos simples que agiliza o campo, pois não é necessário fazer todo o plano de voo do zero.

E não se esqueça que antes de ir a campo sempre deve-se fazer o Prefetch (função que baixa o banco de dados de imagens e Altimétrico no seu computador, logo não precisa de internet em campo).

Quer aprender mais sobre o Mission Planner? Clique no banner abaixo!

Qualquer dúvida, crítica ou sugestão basta comentar!

 

Autor: Anderson Arias | Operações com Drones

[email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *