5 passos para entrar com tudo no mercado dos drones sem cometer erros

Tempo de leitura: 7 minutos

Já enxergou que entrar no mercado de drones é uma oportunidade para o seu negócio e quer entender o que precisa considerar para começar a atuar neste mercado? Este post é para você!

Desde o surgimento dos drones, o mercado de mapeamento aéreo não para de crescer. Seja pela necessidade de se adequar ao avanço tecnológico, pelo ganho em produtividade que eles oferecem, ou pelo interesse em oferecer um produto mais completo e quem sabe até mais barato ao seu cliente, a verdade é que o drone é uma solução para os mais diversos segmentos.

O problema é: identifiquei que o drone é uma solução para o meu negócio. E agora, como entrar de fato neste mercado e começar a oferecer este serviço? Este cenário é tão comum aqui na Droneng que nós resolvemos deixar 5 passos essenciais para quem quer entrar neste mercado.

Passo 1: Investimentos necessários

O primeiro passo é entender quais são os investimentos básicos que você precisa para entrar neste mercado. Ao contrário do que muitos pensam, só adquirir o drone não é suficiente para oferecer um serviço de mapeamento aéreo. Além do drone/VANT, você vai precisar de um treinamento de capacitação, de um software para o processamento das imagens e, caso ainda não tenha, de um computador que suporte o processamento.

Passo 2: Escolha o melhor equipamento para o seu caso

São vários os modelos: asas fixas, multirotores, suporta apenas um modelo de câmera, suporta diversos modelos de câmera, maior autonomia de voo, menor custo, etc. São muitos fatores para considerar. E aí? Qual é o melhor custo x benefício para a sua aplicação? Para áreas menores, o Phantom pode ser um bom investimento, pois oferece pouca autonomia de voo a um custo reduzido. Para aplicações voltadas à análise de saúde da vegetação, se torna necessária a utilização de uma câmera multiespectral, exigindo assim um equipamento mais robusto e com maior autonomia de voo para suportar este sensor. Uma pesquisa básica pode te ajudar nesta escolha, mas pode ser necessário uma conversa detalhada com um especialista. É importante ter em mente neste momento o tamanho das áreas que você vai trabalhar e o tipo de produto que você espera obter com o mapeamento aéreo. Estas são as principais diretrizes na escolha do seu equipamento.

Passo 3: Escolha o treinamento e quem você vai capacitar

Quando o assunto é drones, existem diversos treinamento oferecidos no mercado, mas poucos deles são realmente voltados para a aplicação de mapeamento aéreo. Por isso, entenda exatamente qual é o nicho de mercado em que você vai atuar, e escolha uma empresa referência na área. Não adianta investir em um treinamento de pilotagem, com a melhor empresa de fotografia do mercado, se o seu foco é em mapeamento aéreo. Considere para isto as empresas de engenharia e, de preferência, com profissionais experientes compondo o corpo docente do treinamento. Com a experiência prática, dificilmente o professor não poderá te ajudar em uma dúvida específica ou um problema enfrentado em um projeto de engenharia.

É importante definir também quem vai executar o voo e processar os dados do mapeamento aéreo. Vai ser você mesmo? Seu sócio? Outro funcionário da empresa? Vai ser um único profissional ou você pretende treinar uma equipe? É fundamental ter alguém pré-definido para realizar estas tarefas. Não ter um responsável pode fazer com que o treinamento seja realizado, mas o serviço não seja imediatamente posto em prática na empresa e, com o tempo, o conhecimento adquirido seja perdido. É importante definir a quantidade de pessoas que realizarão o treinamento, pois maiores quantidades costumam refletir em descontos nas matrículas.

Passo 4: Defina o software e o computador que será utilizado

Quase ninguém sabe, mas o processamento das imagens é parte mais importante do mapeamento aéreo. O drone, juntamente com a câmera, é apenas uma plataforma de aquisição das imagens. É na etapa de processamento que acontece a geração dos produtos, como os modelos tridimensionais, as curvas de nível, e até o ortomosaico. Não existe até o momento um software livre para o processamento destas imagens e, por isto, este é um investimento que precisa ser considerado no seu orçamento. As licenças dos softwares podem ser mais caras que o próprio drone. Uma opção alternativa para quem está entrando no mercado e tem pouco capital alocado para o investimento, é terceirizar o serviço de processamento. Você faz o voo e envia as suas imagens para uma empresa processar. Essa empresa processa e te envia os produtos gerados. A Droneng não oferece este tipo de serviço, mas recomenda uma empresa parceira: a Mapear com Drones (http://mapearcomdrones.com.br/). No entanto, em pouco tempo você verá que o investimento do software pode ser pago sem grandes dificuldades.

Quanto ao computador utilizado, quanto melhor a configuração, mais rápido será o processamento das imagens. Além disso, existe uma configuração mínima necessária para realizar o processamento. Escrevemos uma matéria explicando detalhadamente esta questão das configurações e, ao final, apresentamos algumas configurações consideradas básica/avançada/extrema. Dê uma olhada para entender se o seu computador é suficiente para começar ou se precisa considerar também este investimento: http://blog.droneng.com.br/processamento-de-imagens-de-drone/

Passo 5: Faça um plano de investimentos

Agora que você já sabe qual é o drone/VANT ideal para o seu caso, qual é o treinamento e onde vai realiza-lo, qual software utilizar e se precisa ou não de um novo computador, faça uma pesquisa básica e entenda o valor médio desse investimento. Ter um capital alocado ajuda muito na hora de considerar um novo investimento. Mas, caso não tenha, é importante saber quanto tempo você precisa para adquirir, ou ainda, qual é o cenário ideal para você. Talvez você não tenha todo o montante, mas tem um valor alocado para dar uma entrada. Provavelmente existe uma opção de parcelamento que cabe no seu orçamento. Considere todas as suas possibilidades e leve isto para uma negociação. E lembre-se: considerar a compra de todos os investimentos em uma mesma empresa pode te proporcionar descontos e melhores condições de pagamento.

Estas dicas darão um ótimo direcionamento à sua pesquisa, mas vale lembrar que você precisa é de uma solução e não apenas de um conjunto de produtos. Lembre-se de que está entrando em um mercado novo e que, como em todo começo, você pode enfrentar dificuldades, e um suporte neste momento fará toda a diferença. Por isto, é extremamente importante que considere a compra em empresas de confiança, que são referência no mercado, e que possuem profissionais altamente qualificados.

A DronEng é uma empresa fundada por um Engenheiro Cartógrafo e possui um time de engenheiros especialistas em mapeamento aéreo com drones. Nosso principal objetivo é a capacitação do mercado, oferecendo drones, softwares e treinamentos para os seus clientes.

Todos os professores e vendedores da empresa são engenheiros, o que garante que são especialistas no assunto e terão o conhecimento técnico necessário para oferecer a melhor solução para o seu problema. Está pronto para entrar neste mercado de infinitas oportunidades? Não perca tempo! Entre em contato conosco e agende uma conversa com um de nossos especialistas!

Por: Jessyca Pestana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *