Mercado de drones: desenvolvimento nos próximos 5 anos

Tempo de leitura: 6 minutos

Como o mercado de drones em 2021 se desenvolverá nos próximos 5 anos? Quer saber? Fique comigo nesta matéria.

Olá, meu nome é Manoel Neto e eu sou fundador da DronEng Drones e Engenharia, a primeira e maior escola de topografia com drones do mercado, por aqui já passaram 17.137 alunos.

Relatório: mercado de drones

O relatório internacional “Drone Market Report 2021-2026” lançado em agosto responde esta e outras perguntas do mercado. 

O relatório divide o mercado de drones por segmento, indústria e região, bem como várias combinações destes (por exemplo, tamanho do mercado dividido por indústria por país). 

Para marcar o lançamento deste último relatório, eles escreveram estas 5 observações e tendências sobre o mercado de drones em 2021 até 2026.

  1. O mercado de drones em 2021 crescerá 9,4% ao ano e alcançará US $ 41,3 bilhões em 2026

Olhando para o panorama geral, o mercado de drones atualmente vale US $26,3 bilhões e continuará crescendo. Nosso modelo de mercado prevê uma taxa de Crescimento Anual composta de 9,4% em nível global, em grande parte impulsionada pelo crescimento de drones comerciais em vez de recreativos.

É claro que isso é menor do que a estimativa do ano passado , mas uma das razões para isso é o impacto da pandemia COVID-19, à qual retornaremos mais tarde. A principal conclusão é que esse crescimento ainda é relativamente estável, o que ajudará a indústria de drones a atingir US $41,3 bilhões em receita até 2026.

Para contextualizar, o mercado global de helicópteros está avaliado atualmente em US $48,2 bilhões pelo Statista ; os drones provavelmente atingirão esse número dentro de uma década, embora os helicópteros já existam há muito mais tempo.

  1. Um mercado de drones orientado a serviços

O mercado de drones é dividido em 3 segmentos (hardware, software e serviços), e fica claro que se trata de um mercado orientado a serviços. Aproximadamente 78% da receita global relacionada aos drones é gerada por meio de serviços, em vez de hardware ou software. Este segmento deve crescer a uma taxa composta de 9,6% ao ano e atingir US $30,7 bilhões até 2026.

O segmento de serviços é impulsionado principalmente por atividades internas de drones, ou seja, empresas que usam tecnologia de drones em seus processos de negócios internos. Essa participação é superior a 70% nos serviços hoje e aumentará no futuro. A segunda maior fatia é detida pelos chamados Drone-Service-Providers (DSPs), que oferecem seus serviços a terceiros (que incluem entregas, inspeções e uma infinidade de outras aplicações).

  1. Revisou as definições da indústria, mas a energia ainda é o rei

O modelo de mercado deste ano usa definições da indústria ligeiramente revisadas que pintam um quadro mais preciso do mercado de drones do que o Sistema de Classificação da Indústria da América do Norte (NAICS) que já foi usado como base para os últimos relatórios de mercado de drones.

Categorizações à parte, o setor de Energia ainda é e continuará a ser a principal indústria para drones comerciais, seguido por Construção e Agricultura. Não surpreendentemente, o mercado de drones de crescimento mais rápido em 2021 e além será Transporte, Correio, Intralogística e Armazenamento com um CAGR de 24,3%. Isso se deve à crescente popularidade e demanda de entregas de drones tanto para serviços internos (intralogística e armazenamento) quanto externos. Dadas as manchetes sobre entregas de drones para kits de teste de coronavírus e vacinas , esta é uma forma pela qual a pandemia global teve um impacto positivo na indústria de drones.

  1. COVID-19: o mercado de drones em 2021 em um ponto de inflexão

Não há como negar que a pandemia atingiu todas as indústrias. No entanto, os dados mostram uma história interessante sobre para onde o mercado de drones pode estar se dirigindo.

Para começar, as empresas de drones continuaram a crescer durante todo o ano de 2020, que inclui o pico da pandemia. Portanto, apesar das demissões e da redução nas receitas, o mercado de drones em 2021 mostrou resiliência. Em segundo lugar, houve um número recorde de investimentos no espaço comercial de drones. Portanto, está claro que a falta de atividade econômica nos mercados não afastou os investidores da tecnologia de drones.

Talvez os investidores tenham visto como os drones podem ajudar a impulsionar a robotização do trabalho e agilizar os processos de negócios. Por último, o aumento do uso de drones mencionado acima para kits de teste COVID-19, vacinas e produtos farmacêuticos pode ter mostrado mais dos benefícios potenciais da entrega de drones. No ano passado, observamos que empresas de drones como a Zipline e a Wing conseguiram entregar e dimensionar suas soluções mais rápido do que o esperado, e o impacto é ainda mais perceptível após vários meses de bloqueio em todo o mundo.

Tudo isso explica por que pode haver um ponto de inflexão para o mercado global de drones em 2021. Houve impactos negativos e positivos, então é difícil especular qual será o efeito real de longo prazo da pandemia. No entanto, se as empresas de drones capitalizarem no aumento dos investimentos e na atenção positiva à tecnologia de drones, a indústria poderia lucrar com a recuperação em forma de K (um rápido declínio com uma subsequente divisão acentuada entre vencedores e perdedores) frequentemente citada e crescer ainda mais rápido do que nossos dados sugerem.

  1. Mercados regionais: América Latina e Índia em ascensão

Não surpreendentemente, a Ásia continua a ser a maior região para drones, e os EUA e a China ainda dominam o mercado de drones em 2021. O mercado asiático crescerá para US $16,5 bilhões, enquanto os EUA e a China crescerão 6,8% e 9,7% CAGR, respectivamente.

Talvez o mais interessante, no entanto, seja a taxa de crescimento da América do Sul como região e da Índia em nível de país. O mercado sul-americano crescerá 11,3% CAGR, liderado pelo Brasil em termos absolutos (atualmente um mercado de US $373 milhões) e pela Argentina em termos de CAGR (14,3%). Enquanto isso, a Índia crescerá a uma CAGR surpreendente de 20,6%, o que se ajusta à ideia de que muitos países em desenvolvimento começarão a se beneficiar cada vez mais com a tecnologia de drones.

Bom, esse são os 5 pontos principais do relatório! Na próxima matéria iremos trazer a minha conclusão (Manoel) com base no mercado brasileiro.

E você, o que achou do relatório? Deixe sua opinião aqui nos comentários.

Muito obrigado pela sua atenção e até o próximo drone minuto!

Quer conhecer nossos cursos presenciais? Clique na imagem abaixo e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *